Acusada de mandar matar o pai postou mensagem dias antes do crime e foi presa

Dayane Claudino Miranda Marcos se confundiu e postou mensagem de luto para o pai, o produtor rural Paulo Sérgio de Freitas Miranda, de 57 anos, dias antes do homicídio ser concretizado.

Nas redes sociais, ela escreveu:

- Luto, pai! Quero lembrar de você assim, que Deus te dê o descanso eterno -

A mensagem de pêsames, claro, não chamaria a atenção, se a moça não tivesse escrito três dias antes do pai ser assassinado na propriedade da família, com vários tiros.

A polícia encontrou as mensagens e ela foi, imediatamente, ligada ao homicídio.

Agora, ela e o marido, Tiago da Rosa Marcos, que não falavam com os pais dela desde agosto de 2020 e estavam com dificuldades financeiras, estão presos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários