Globo comete crime e Commebol proíbe entrada da emissora na Libertadores

Por essa ninguém esperava: a Confederação Sul-Americana de Futebol, mais conhecida como CONMEBOL ou CSF, instituição esportiva internacional que organiza, desenvolve e controla competições de futebol, proibiu a Rede Globo de enviar qualquer profissional para cobrir a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, disputa que será realizada dia 27 de novembro, no Estádio Centenário, no Uruguai.

O grande problema teria ocorrido porque apenas o SBT, Disney e a própria Conmebol teriam o direito de transmitir a coletiva do técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, no dia 28 de setembro. Mas, a emissora da Família Marinho "driblou" o contrato fechado e cobriu a entrevista.

A denúncia foi feita para a Confederação e isso levou ao veto da emissora carioca.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários