Coreia do Norte vai fuzilar homem que distribuía "Round Six" no país

O Líder Supremo da Coreia do Norte, Kim Jong-un, de 38 anos, condenou à morte um homem descoberto vendendo pendrives com a gravação da série "Round Six", que é proibida no país.

O homem foi condenado nesta terça-feira (23) e será fuzilado nos próximos dias.

Toda e qualquer obra de países capitalistas é proibida na Coreia do Norte, que é considerado o país mais fechado do mundo.

Dos sete alunos do ensino médio que compraram os filmes, um foi condenado à prisão perpétua e seis a cinco anos de trabalhos forçados.

A série foi produzida na Coreia do Sul, cujo governo tem uma "rixa eterna" com o ditador Kim Jong-un.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários