Bayern de Munique reduz salário de Kimmich

O jogador de futebol Joshua Kimmich, de 26 anos, teve 300 mil euros descontados do seu salário depois de se recusar a tomar vacina contra a Covid-19.

O Bayern de Munique, time pelo qual o atleta joga, não perdoou o desfalque dele no Campeonato Alemão e contra o Dínamo de Kiev, marcado para a próxima terça-feira (30), pela Liga dos Campeões.

Além de Kimmich, Serge Gnabry, Eric Maxim Choupo-Moting, Jamal Musiala e Mickaël Cuisance também poderão ser descontados.Pois, não estão vacinados e podem ter contato com que esteja com a doença.

O Estado da Baviera promulgou uma lei, no início de novembro, permitindo que empresas reduzam o salário dos empregados que ainda não estejam vacinados contra o novo coronavírus e precisem cumprir quarentena, como foi o caso de Kimmich.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários