Antagonista “força” vitória de Moro e vira meme na internet

O Portal de notícias O Antagonista escolheu uma lado para o pleito de 2022: o do ex-juiz federal e ex-Ministro da Justiça, Sérgio Moro, hoje, filiado ao Podemos.

Para fazer campanha política ao candidato da suposta “terceira via”, o site não tem poupado elogios ao ex-juiz da “Lava Jato”. Esta semana, no entanto, extrapolou todos os limites e disse que Moro poderia vencer, sim, a disputa presidencial do ano que vem; contanto, claro, que não concorresse com os principais adversários. No caso: o atual presidente da República, Jair Bolsonaro e o petista Lula.

O Antagonista divulgou uma pesquisa realizada pelo Instituto Futura Inteligência em parceria com o banco de investimentos ModalMais. Mas, ao colocar Moro na frente das intenções de voto, retirou Bolsonaro e Lula e, assim, o ex-integrante do Governo Federal teria entre 26,9% e 29,1%, seguido por Ciro Gomes (20,1% a 19,4%) e Fernando Haddad (16,6% a 18,3%).

O tiro, entretanto, saiu pela culatra e o levantamento, ao invés de dar crédito ao nome do ex-Ministro, foi ridicularizado nas redes sociais.

Moro, por sinal, tem um longo e árduo caminho pela frente; já que é visto por aliados e simpatizantes ao Governo Bolsoanro como um traidor que abandonou sua pátria no início da pandemia da Covid-19 e, por outro lado, é considerado pelos esquerdistas como um juiz desleal.

Assim, a pesquisa foi considerada pelo público leitor como Fake News.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários