Ômicron: Governo Federal anuncia proibição de voos oriundos de seis países

Por orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Governo do presidente Jair Bolsonaro resolveu fechar as fronteiras aéreas com seis países da África a partir da segunda-feira (29). O motivo é a nova variante do coronavírus, batizada de ômicron e que foi encontrada, primeiramente, na África do Sul.

De acordo com o Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, a restrição afetará quem vier a da África do Sul, Botsuana, Lesoto, Namíbia, Zimbábue e Eswatini nos próximos dias.

- O Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África em virtude da nova variante do coronavírus. Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia naquele país. Uma portaria será publicada amanhã e deverá vigorar a partir de segunda-feira – escreveu Nogueira no Twitter

.

Reino Unido, Estados Unidos e a União Europeia já haviam imposto a mesma regra para passageiros que viessem dos mesmo lugares.

A B.1.1.529, chamada de variante ômicron, deu um supersalto na evolução. Ela tem 50 tipos de mutações, sendo mais de 30 na proteína S (spike), a forma pelo qual o vírus se utiliza para entrar nas células e que, por sinal, é o alvo da maioria das vacinas contra a Covid-19.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários