STF desbloqueia 6 milhões em bens de Lula

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), composta por Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Kássio Nunes e Edson Fachin, acatou um pedido dos advogados de defesa do ex-presidente e ex-presidiário Luis Inácio Lula da Silva (PT) e, por 3 votos a 1, desbloquearam 6 milhões em bens do petista.

Os bens - metade de Lula e metade da falecida esposa dele - haviam sido bloqueados durante as investigações da maior operação anticorrupção da história do Brasil, a "Lava Jato". Porém, três dos mininistros - com a exceção de Fachin - entenderam que a Justiça de Curitiba não tinha competência para julgar o caso e autorizaram o desbloqueio.

Dede março deste ano, quando Fachin anulou 11 sentenças da "Lava Jato" contra Lula, o STF tem dado ao petista vitória atrás de vitória.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários