Após filiação do presidente, Thammy deixa o PL

O vereador trans por São Paulo e ex-ator pornô, Thammy Miranda, resolveu abandonar o PL poucas horas depois que o presidente Jair Bolsonaro se filiou ao partido na manhã desta terça-feira (30).

- Com a ida do presidente para o Partido Liberal, do qual faço parte, estou dando entrada na minha desfiliação. Eu vou sair do partido. A gente tem ideias diferentes, além de que já sofri ataques pessoais de membros da família do presidente - alegou Thammy.

Embora o parlamentar trans tenha dito que não está na política para lutar contra pessoas, o vereador não suportou a possibilidade de ter que conviver com os opostos e disse:

- Eu não entrei para lutar contra políticos, e sim, para lutar pela nossa gente. O meu foco é trabalho, representar as pessoas, principalmente as que não eram enxergadas por ninguém. Vou seguir fazendo meu trabalho, sem me preocupar com o partido - disse.

Nas redes sociais, a saída de Thammy virou alvo de críticas e o criador de conteúdo digital OiLuiz chegou a rebater o comentário do rapaz:

- Seja homem - ironizou, referindo-se à postura do parlamentar.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários