Para conter custos, Globo vende antenas de transmissão e terrenos

Em uma crise financeira que já se alastra por anos seguidos, a Rede Globo decidiu vender 17 torres de transmissão espalhadas pelo Brasil. Os equipamentos serão enviados para uma empresa na Nigéria.

A emissora carioca teve um prejuízo de mais de R$ 100 milhões e a negociação seria boa para a “poderosa” porque arrecadaria dinheiro para pagamento de novas produções globais e custos de operação.

A Família Marinho também aproveitou e vendeu 16 imóveis onde as antenas ficavam.

A Globo tem feito muitos ajustes em suas contas desde que o presidente Bolsonaro foi eleito em 2018. É que o chefe do Executivo já avisou que as empresas de comunicação, que quiserem ter a concessão renovada em 2022, precisam estar com os impostos em dia, sem dívidas trabalhistas e demonstrar que têm capacidade de manter as operações por mais 15 anos.

De acordo com o balanço do último trimestre, divulgado pelo jornalista Guilherme Ravache, a Rede Globo gastou 28% a mais em operações técnicas e tecnologia do que o mesmo período de 2020. O valor ultrapassa R$ 1 bilhão.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários