Por 47 a 32, André Mendonça é o novo ministro do Supremo

Após quase cinco meses de espera pela sabatina, o plenário do Senado aprovou o nome de André Mendonça como novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Por 47 votos a favor e 32 contra, o ex-Ministro da Justiça e ex-Advogado-Geral da União (AGU) foi avaliado positivamente pela Casa na noite desta quarta-feira (1).

Esta foi a segunda indicação do presidente Jair Bolsonaro ao Supremo. Antes de Mendonça, o chefe do Planalto havia indicado o ministro Kassio Nunes Marques para uma cadeira na Corte. Mas, ele não teve tanta dificuldade de ser empossado como o pastor evangélico.

Luiz Fux, presidente do STF, já divulgou nota adiantando que dará posse a Mendonça ainda este ano.

- Manifesto satisfação ímpar pela aprovação de André Mendonça porque sei dos seus méritos para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal. Além disso, em função da atuação na Advocacia-Geral da União (AGU), domina os temas e procedimentos da Suprema Corte, que volta a ficar mais forte com sua composição completa. Pretendo dar posse ao novo ministro ainda neste ano - escreveu o magistrado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários