Eduardo Paes desiste de exigir comprovante de vacinação em táxi, carro de aplicativo e shopping

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), que, em maio deste ano foi flagrado em uma bar do Rio de Janeiro se aglomerando e sem máscara, já tinha até decretado a ordem, mas decidiu voltar atrás na exigência do cartão de vacinação da Covid-19 em táxi, carros de aplicativos e shoppings.

Ele admitiu que houve um "exagero" na medida e deverá publicar um outro decreto amanhã, 3 de dezembro.

- Eu assinei o decreto mas tem de ver a praticidade e efetividade de algumas medidas mesmo. Não adianta criar medidas que a gente sabe que ninguém vai cumprir - alegou, reconhecendo que não havia como vigiar os meios de transporte, principalmente.

Nos outros estabelecimentos onde o documento é obrigatório, Paes disse que seguirá com a exigência. Quem descumprir será multado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários