Internet compara monumento da ONU com “besta do Apocalipse”

A escultura "Guardião da Paz e da Segurança Internacional" que a Organização das Nações Unidas (ONU) instalou, esta semana, na Praça das Nações Unidas, em Nova York, causou surpresa e pânico nas redes sociais. É que o bicho doado pelo governo de Oaxaca, do México, se parece muito com a "besta do Apocalipse", descrita no Evangelho de João.

- A besta que vi era semelhante a um leopardo, mas tinha pés como os de urso e boca como a de leão. O dragão deu à besta o seu poder, o seu trono e grande autoridade -

No Twitter, a ONU tratou logo de desfazer o desconforto e alvoroço que a obra causou e alegou que o “guardião” é um alebrijes. Uma junção de onça com águia, visto que “são animais fortes e muito representativos em nossa história pré-hispânica e nacional".

Os alebrijes foram criados em 1936 pelo artista mexicano Pedro Linares López. Ele sofria de uma doença incurável e disse que sonhou com um bicho híbrido para o qual fez uma imagem e a considerava como um guia espiritual. No México, por sinal, o alebrijes são muito cultuados com altares, velas acesas e jantares compartilhados.

O missionário Chileno Vergara, radicado no Brasil, comentou sobre o monumento e disse que são “sinais do anticristo” citados em Apocalipse 13:2.

- Que loucura, porém não é coincidência! E está acontecendo agora, na frente de seus olhos. O anticristo já tem uma cadeira dentro da ONU. Já já ele se manifesta oferecendo PAZ ao mundo! Se não acredita, aguarde! E aí, ainda duvida que Cristo está às portas? - escreveu no Instagram.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários