"Vai fazer falta", diz Eduardo Paes sobre cancelamento do Reveillon no Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), lamentou ter que cancelar as festas de fim de ano na "cidade maravilhosa". É que havia divergências entre o que o "comitê científico" municipal achava e o que o Governo do Estado declarava.

Na "briga de cachorro grande", a opinião de Cláudio Castro (PL) foi mais forte e Paes teve que ir às redes sociais anunciar, pessoalmente, o cancelamento.

- Respeitamos a ciência. Como são opiniões divergentes entre comitês científicos, vamos sempre ficar com a mais restritiva. O Comitê da prefeitura diz que pode. O do Estado diz que não. Então, não pode. Vamos cancelar dessa forma a celebração oficial do réveillon do Rio. 1/2 -

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários