STF dá 48 horas para Governo se manifestar sobre exigência do passaporte sanitário

Atendendo a mais um pedido dos partidos de oposição contra o Governo Federal, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso, deu, nesta segunda-feira (6), prazo de 48 horas para que a União se manifeste sobre a não cobrança de passaporte sanitário para pessoas que vêm de fora.

O pedido foi formulado pelo Rede Sustentabilidade, mesma sigla do senador Randolfe Rodrigues, que foi vice-presidente na CPI da Covid-19. Segundo a legenda, pessoas que estejam entrandono Brasil deveriam, ao menos, passar por quarentena para constatar se estão ou não com o coronavírus para evitar o contágio.

Os ministérios da Casa Civil, Justiça, Saúde e Infraestrutura deverão responder ao Supremo nesta quinta-feira.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários