CGU afirma que desvio de verba da Covid-19 pode chegar a R$ 300 milhões

A Controladoria-Geral da União (CGU) tem feito um levantamento minucioso sobre os recursos encaminhados pelo Governo Federal aos Estados e municípios para combate da pandemia da Covid-19, em 2020 e 2021, e os dados são estarrecedores. De acordo com o órgão de fiscalização, é possível que as verbas tenham sido desviadas em, aproximadamente, R$ 300 milhões.

Para se ter uma ideia de como os desvios aumentaram durante o período da pandemia, em 2019, a Polícia Federal realizou 58 operações para investigar esse tipo de crime. Mas, em 2020, das 97 operações da PF, 47 envolviam verbas destinadas ao controle da pandemia. E, em 2021, das 57, 31 avaliavam o caminho que os recursos da União estavam percorrendo até chegar na saúde.

O ministro Wagner Rosário que, por sinal, foi muito ameaçado pela cúpula da CPI da Covid-19 durante depoimento, disse que a União pretendia evitar "desperdício", mas não foi possível.

- Queríamos evitar todo e qualquer tipo de desperdício, infelizmente não foi possível. As investigações demonstraram, em alguns casos, fortes indícios de corrupção e de mau uso de recursos públicos -
- Em 2020 e 2021, o prejuízo potencial total (que decorre dos desdobramentos das investigações) em função dos desvios (em várias áreas) chega a mais de R$ 753 milhões. Desse valor, R$ 299,6 milhões foram desviados de recursos para o combate à Covid repassados a Estados e municípios -

A CGU já encontrou irregularidades nos Estados da BA, MT, MA, ES, SP, RN, CE, PA, PB, AL, SE, PI, AC, GO, MG, AM, RJ, RR, TO, RO, PE, AP, RS e DF.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários