Rui Costa presta solidariedade à Globo e Porciúncula rebate: "Graças a Deus, temos o presidente para olhar pelas vítimas das enchentes"

O governador Rui Costa (PT-BA) foi alvo de protestos nas redes sociais após escrever no Twitter que repudiava as agressões sofridas por equipe da TV Globo, que cobria a passagem do presidente Jair Bolsonaro pela cidade de Itamaraju, neste domingo (12).

O chefe do Planalto estava no Estado avaliando as cidades atingidas pelo temporal, entre elas, Porto Seguro e Itamaraju. Para amenizar os estragos e ajudar na reconstrução das áreas afetadas, Bolsonaro liberou o saque do FGTS, na Caixa Econômica Federal (CEF).

Nos próximos dias, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), de Roberto Marinho, também vai liberar, à princípio, mais R$ 6 milhões para cinco cidades atingidas e outros planos serão apresentados para auxiliar mais 24 municípios.

No Twitter, Rui Costa disse:

- Minha solidariedade à equipe de reportagem da Rede Globo, que foi agredida e impedida de realizar a cobertura jornalística durante carreata com o presidente em Itamaraju, na Bahia. A liberdade de imprensa é pilar fundamental da democracia e qualquer ataque ao jornalismo merece repúdio. O momento é de trabalho e solidariedade no Extremo Sul. Repudio violência contra a imprensa e oportunismo num momento de dor diante de uma tragédia. Vamos trabalhar - escreveu o petista.

Após ler o tuíte do governador baiano, André Porciúncula, Secretário Nacional de Incentivo e Fomento à Cultura - Lei Rouanet, respondeu:

- Enquanto Rui Costa está preocupado com jornalista da Globo, o povo baiano sofre com as enchentes. Graças a Deus temos o presidente para olhar pelas vítimas, ao invés de ficar mimando blogueiros - finalizou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários