Fux derruba habeas corpus e manda prender réus da Boate Kiss

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, suspendeu o habeas corpus que mantinha os réus da Boate Kiss em liberdade. Por isso, nesta terça-feira (14), eles começaram a se apresentar à Justiça para cumprir a pena a que foram condenados.

Marcelo dos Santos, vocalista da banda Gurizada Fandangueira, e Elissandro Spohr, que era um dos sócios do estabelecimento comercial, se entregaram à polícia após a determinação de Fux, ainda na terça.

Luciano Bonilha foi encaminhado para o presídio estadual de São Vicente do Sul, distante 90km de Santa Maria e Mauro Hoffmann foi levado à unidade prisional de Tijucas, em Santa Catarina.

O incêndio na Boate Kiss ocorreu em janeiro de 2013, em Santa Maria (RS), matou 242 pessoas e feriu outras 636. As chamas iniciaram em cima do palco onde a banda se apresentava e utilizava um artefato pirotécnico. Todo o teto pegou fogo, a fumaça era tóxica e a única saída estreita demais.

As famílias das vítimas haviam protestado contra o habeas corpus que permitia aos réus ficarem em liberdade, mesmo após sendo condenados em julgamento.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários