Bolsonaro deverá depor sobre vazamento de ataque hacker ao TSE

A Polícia Federal intimou o presidente Jair Bolsonaro a depor sobre a divulgação de um inquérito que estava em andamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre ataque hacker que o órgão havia sofrido, em 2018.

Em live deste ano, o presidente criticou o engajamento do ministro do STF, Luis Roberto Barroso, em não apoiar a impressão do voto eletrônico e afirmou que as urnas utilizadas no Brasil poderiam ser fraudáveis e citou um ataque hacker que estava sendo apurado pela PF.

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, que será presidente do TSE a partir de agosto do ano que vem, atendeu a um pedido do Tribunal e abriu inquérito para analisar as falas de Bolsonaro.

Moraes também afastou o delegado da PF, Victor Neves Feitosa, responsável pela investigação do ataque, por acreditar que ele divulgou informações "confidenciais".

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários