"STF quer inviabilizar reeleição de Bolsonaro", afirma Ricardo Barros

O líder do Governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), desabafou sobre as eleições presidenciais de 2022 no Brasil, considerada uma das mais importantes do mundo, e disse que o Poder Judiciário interfere em atribuições que não são suas.

- O presidente, quando se posiciona, é porque estão interferindo nas suas prerrogativas. O Judiciário tem seguidamente se sobreposto aos demais Poderes, como quando paralisou a execução orçamentária. Querem criar uma situação de inviabilizar a reeleição do presidente - afirmou.

Entre os possíveis candidatos à reeleição, estão o presidente Jair Bolsonaro (PL), Lula (PT), Sérgio Moro (Podemos), João Doria (PSDB) e Ciro Gomes (PDT).

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários