Pivô da separação de cantores diz que foi ameaçada por equipe de Fernando Zor

A massoterapeuta Francielli Padilha, uma mãe solteira do Paraná, diz ter sido ameaçada pela equipe do sertanejo Fernando Zor, da dupla com Sorocaba.

Francielli disse que estava em um bar quando foi convidada pelo cantor para dançar com ele.

Vídeos dos dois foram, imediatamente, compartilhados e a "notícia" não demorou a chegar aos olhos e ouvidos da cantora Maiara, noiva do artista, que terminou o relacionamento na véspera do Natal.

Após linchamento nas redes sociais, a massoterapeuta se manifestou sobre o caso e disse que Fernando afirmou estar solteiro para ela. Por isso, ela aceitou dançar com o sertanejo.

- Ele estava fazendo um show na cidade e eu não fui para esse show. Eu estava nessa balada, em uma mesa de frente ao palco. Filmei o Fernando cantando e, do nada, ele me chamou para ir dançar com ele e também conhecer o camarote dele. Ele estava muito bêbado. Nós tiramos uma foto juntos, aquela foto (aquela que viralizou na web) - contou.

Após ela se defender na internet, a equipe do artista entrou em contato com ela e escreveu a seguinte mensagem:

- Sugiro que fale e aja com a verdade em relação ao fato que não houve nada entre você e o Fernando, sob pena de responder por informação falsa e difamação -

Francieli, que também cuida da mãe diagnosticada com câncer, rebateu a ameaça com um "Ok, chega" e denunciou a situação nas redes sociais.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários