"Se o Brasil precisar", Joice se candidata à presidência

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), aquela que apanhou dentro de casa mas não se recorda quem bateu nela, disse, nesta segunda-feira (27), em entrevista a uma rádio, que não abandonou seu projeto à presidência do Brasil. Mas, pretende, primeiro, uma vaga ao Senado.

- Acho que eu ainda preciso passar pelo Senado. É importante. Acho que a Câmara e o Senado precisam de uma presidente mulher. Eu não estou dizendo que tem que ser eu, mas temos bons nomes que podem assumir. Chega, só essa ‘macharada’ na presidência do Congresso. E depois disso está na hora de começar a pensar [em ser presidente da República], se o Brasil precisar de mim - alegou.

Para o pleito de 2022, no entanto, como está bem próximo das eleições, Joice disse que vai tentar se reeleger deputada federal, um plano bem difícil de ser alcançado; já que ela declarou abertamente estar contra o Governo do presidente Jair Bolsonaro de quem passou boa parte de 2018 como parlamentar aliada.

Eleita com mais de 1 milhão de votos em 2018, Joice Hasselmann colocou o nome à prova para a prefeitura de São Paulo em 2020 e fez pouco mais de 98 mil votos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários