"Ninguém pode desmerecer o serviço que ele prestou à nação", diz Janaína sobre Moro

A deputada estadual por São Paulo, Janaína Paschoal (PSL), saiu em defesa do candidato à presidência Sérgio Moro (Podemos), nesta terça-feira (28), e disse que o ex-Ministro da Justiça e ex-juiz federal é muito perseguido por ter chances na disputa eleitoral de 2022.

No Twitter, a professora de Direito afirmou:

- Goste-se dele ou não, ninguém pode desmerecer o serviço que o ex-juiz prestou à nação - disparou.

E acrescentou:

- Está sendo perseguido por ter chances reais de chegar à presidência e os bolsonaristas que o atacam, indiretamente, prestam serviço a Lula - alegou.

A parlamentar acredita que criticar, demasiadamente, Moro beneficia os concorrentes como João Doria (PSDB) e Lula (PT).

Entretanto, a candidatura do ex-juiz federal tem enfrentado muita resistência de todos os lados: dos aliados do presidente Jair Bolsonaro, que o consideram traidor por abandonar o Governo no início da pandemia da Covid-19 e dos petistas que creem que o ex-Ministro foi parcial ao declarar Lula culpado das várias acusações recebidas em várias instâncias da Justiça.

Em fevereiro deste ano, a advogada já havia declarado que Moro não teria alternativas profissionais, a não ser seguir na política.

- Estão afunilando a vida do cara de um jeito que não sei se não estão percebendo: ele está ficando sem alternativa - avisou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários