Esposa manda matar marido, dono de cartório em Goiás

A polícia de Goiás desvendou, rapidamente, o homicídio de Luiz Fernando Alves Chaves, de 40 anos. O rapaz era dono de um cartório em Rubiataba, Goiás.

Ele foi sequestrado e retirado de dentro de casa, nesta terça-feira (28), e morto em seguida.

A polícia prendeu quatro suspeitos. Dois confessaram ter atirado no empresário. Um forneceu a arma e a quarta pessoa é a mandante do crime. No caso, a própria esposa.

A mulher de Chaves ainda tentou disfarçar que não estava em casa no momento do crime e foi à igreja. Mas, os assassinos disseram aos policiais que foi tudo combinado. A mandante do crime teria dexado, inclusive, uma cunhada em casa para avisar aos criminosos quando fosse o horário ideal para eles invadirem a residência.

Os assassinos disseram à polícia que a suspeita mandou matar o marido para ficar com o seguro da vítima. Em troca do assassinato dele, ela pagaria aos executores R$ 5 mil e daria uma Hilux para "completar" o valor.

Todos os envolvidos estão à disposição da Justiça.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários