Polícia decreta prisão preventiva de marido de jornalista assassinada

A Justiça da Bahia decretou a prisão preventiva do engenheiro Reges Amauri Krucinski, de 43 anos. Ele é acusado de matar a própria mulher, a jornalista Juliana de Freitas Alves, de 41, no último Réveillon, em 31 de dezembro, em Porto Seguro.

A comunicadora foi morta na frente da filha dela de 10 anos com três disparos na cabeça. Uma outra bebê, de um ano e quatro meses, filha do casal, também estava na casa mas em outro cômodo. A polícia apurou que o casal estava há pouco tempo na cidade, há um mês, e, por isso, estavam brigando muito. Um deles discordava em ter feito a mudança.

A babá, a irmã e a prima também estavam no local no momento do crime.

O rapaz foi preso em flagrante e decretada a preventiva.

Na delegacia, ele tentou se suicidar se jogando contra as grades da cela. Mas, foi contido pelos policiais.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários