Corrida não é o melhor esporte para quem quer sair do sedentarismo

Ao contrário do que a maioria das pessoas imagina, a corrida não é um esporte democrático. Não basta simplesmente colocar um tênis e sair por aí. Para correr de forma segura, são necessárias algumas atitudes básicas e importantes.

Inicialmente, você deve investir no tênis apropriado para o impacto e ele precisa ser trocado a cada 500 a 750km percorridos. Ou seja: o seu tênis caro não vai durar para sempre! Depois, é primordial que o pretenso atleta amador realize um trabalho de fortalecimento dos joelhos e core com, pelo menos, 12 semanas de antecedência antes de realizar seus primeiros 5 km em velocidade de conforto.

Em seguida, vem outra recomendação importante e quase nunca respeitada: evite iniciar este novo ciclo às 6 da manhã. Isto porque o seu coração acorda, em média, 4 horas depois de você (ou seja, se você acorda às 7 horas, o seu coração acorda às 11). E, caso você exija dele um esforço que ele não é capaz de lhe dar, as suas chances de sofrer um mal súbito durante a atividade aumentam consideravelmente.

Então, antes de iniciar a prática da corrida pela primeira vez, procure um cardiologista, faça musculação supervisionada em uma academia, invista em um bom tênis e comece a atividade, preferencialmente, no final do dia.

Além disso, é interessante procurar um acompanhamento nutricional, pois o gasto energético é elevado e a sua dieta precisa ser compatível com o esporte. Não fique apenas seguindo dicas em redes sociais, procure alguém capacitado para a sua própria proteção.

Outra orientação que não pode ser ignorada, caso você esteja realmente disposto a encarar o desafio da corrida é: seja constante e disciplinado. Não faça uma alta quilometragem apenas uma vez na semana para compensar os dias em que não se exercitou, isso só vai prejudicar as suas articulações, especialmente quadris e joelhos. Planeje o seu treino para iniciar com pequenas distâncias e progrida com calma, à medida em que conseguir correr mais do que caminhar. Tenha paciência! Eu mesma só corri minha primeira meia maratona dois anos depois ser regular na musculação.

E, a acima de tudo, não se desmotive porque ao ler esta matéria não poderá começar a correr amanhã, lembre-se de que quem é bom em dar desculpas não é bom em mais nada.

No mais, boa sorte e não desista!

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários