VÍDEO: "Queremos a Rouanet para aquele artista que está iniciando a carreira", diz Bolsonaro sobre novo teto

O presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a polêmica envolvendo o novo teto da Lei Rouanet, nesta quarta-feira (5), durante coletiva de imprensa que ele concedeu ao deixar o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo.

Ele disse que os governos anteriores à sua gestão permitiam um aporte de até R$ 60 milhões para museus e que os artistas podiam pegar até R$ 10 milhões cada um.

- Quando entrei no Gover, o limite para museus, por exemplo, eram R$ 60 milhões. O limite para artistas eram de R$ 10 milhões por ano - recordou.

Bolsonaro disse que a briga com os artistas iniciou, quando ele diminuiu, consideravelmente, o valor que a categoria poderia requisitar.

- Eu passei, imediatamente, para R$ 1 milhão e, conversando com o Mário Frias, vou passar para R$ 500 mil o limite - avisou.

E completou:

- Queremos a Rouanet para aquele artista que está iniciando a carreira. Não para figurões ou figuronas - finalizou, referindo-se à cantora Ivete Sangalo e ao ator Zé de Abreu, que têm feito críticas nas redes sociais.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários