VÍDEO: Juíza é flagrada aos beijos com detento que quase ajudou a livrar

A juíza Mariel Suárez, que atua na cidade de Chubut, na Argentina, está envolvida em uma polêmica: ela foi flagrada pelas câmeras de segurança de um sistema penitenciário beijando na boca Cristian "Mai" Bustos. O homem foi condenado à prisão perpétua por matar um policial em 2009.

O Superior Tribunal de Justiça argentino, uma espécie de STF brasileiro, abriu um processo administrativo para apurar a conduta da magistrada; já que Mariel atuou como juíza integrante no dia em que a pena foi dada ao "namorado" dela. Ela foi a única a se declarar contra a prisão perpétua.

Ao ser questionada sobre sua conduta, Mariel Suárez disse que costuma visitar "Mai" porque está escrevendo um livro sobre ele e que só gostaria de poder "ouvir sua versão".

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários