"Sou Ministro. Não sou fiscal", afirma Queiroga sobre vazamento de dados

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, perdeu a paciência com jornalistas que o questionaram sobre o vazamento de dados de três médicos favoráveis à vacinação das crianças contra a Covid-19. A informação foi divulgada pela deputada federal e procuradora aposentada, Bia Kicis (PSL-DF), e seria de conhecimento da pasta.

Os pediatras Isabella Ballalai e Renato Kfouri, da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), e Marco Aurélio Sáfadi, da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) tiveram o CPF, e-mail e telefone compartilhados nas redes sociais e grupos de WhatsApp.

Ao ser perguntado sobre o assunto, o cardiologista respondeu:

- Sou Ministro da Saúde. Não sou fiscal de dados do Ministério - rebateu.

E acrescentou:

- Quem divulgou? A deputada Bia Kicis, você tem que questionar ela -

Kicis disse ter recebido os daos por um grupo de WhatsApp. Ela repassou mas afirmou não saber de onde as informações foram retiradas.

Os médicos pediram que o Governo Federal averigue o caso.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários