"O jornalismo tradicional é a vacina que precisamos para a desinformação", afirma presidente da Microsoft

Brad Smith, presidente mundial da Microsoft, afirmou, em entrevista à CNN Brasil, neste domingo (13), que as mídias sociais foram transformadas em ‘armas’ por “governos estrangeiros, organizações criminosas e agentes nacionais”.

Preocupado com a má influência das redes sociais, Smith disse que empresas de tecnologia e os governos precisam se unir para “proteger o processo eleitoral”.

- O jornalismo tradicional é a vacina que precisamos para a desinformação. Precisamos de empresas jornalísticas sérias para assegurar que todos vejam o mesmo conjunto de fatos -, acredita.
- Podemos ter opiniões diferentes, mas a sociedade precisa se expor a um conjunto de fatos sobre o que está acontecendo no mundo -, prosseguiu.

Smith disse que a atuação das empresas de tecnologia no combate ao sistema de difusão das “Fake News”, tem sido satisfatória. Mas, seria preciso, segundo ele, ir além e apurar notícias, principalmente, sobre temas referentes à pandemia da Covid-19. E, em seguida, disse que o setor de tecnologia necessita de mais regulação.

- Os anos 2000 serão para a tecnologia o que os anos 1930 foram para os bancos durante a Grande Depressão”, alertou, acrescentando que “se for feito direito, vai permitir que a tecnologia continue prosperando -, avisou.

Smith finalizou a entrevista afirmando que as mídias sociais foram transformadas em “armas” por “governos estrangeiros, organizações criminosas e agentes nacionais”.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários