Polícia do DF prende, no dia do casamento, homem que roubou R$ 1 milhão da noiva

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um homem de 31 anos no dia da cerimônia de casamento dele com uma servidora da Câmara dos Deputados, de 45 anos.

A família da vítima acionou a polícia após desconfiar das inúmeras desculpas dadas pelo rapaz para conseguir extorquir dinheiro da mulher. Em uma delas, ele disse ter dívida com os traficantes e a noiva lhe deu R$ 53 mil para quitá-la e, em outra ocasião, o criminoso disse que tinha que pagar R$ 16 mil a uma ex-namorada em um processo de violência doméstica.

Os parentes da servidora ficaram incomodados com a atitude do rapaz no relacionamento que já durava dois anos e contataram a polícia. A vítima já não tinha mais nem o que comer em casa.

Ao todo, Hudson da Silva Ferreira extorquiu mais de R$ 1 milhão da companheira.

A cerimônia civil de casamento deles estava marcada para a quarta-feira (5), às 15h, em um cartório da Asa Sul. Mas, a polícia impediu a servidora de casar com o falsário.

Ainda em estado de choque e sem acreditar que havia sido vítima de um golpe por tanto tempo, a servidora só se acalmou quando ouviu do próprio “amado” toda a verdade.

- Ela só acreditou quando, a pedido dela, a colocamos de frente com o suspeito, que confessou que tudo se tratava de um golpe - disse o delegado Luiz Gustavo Neiva Ferreira, da 8ª Delegacia de Polícia.

O rapaz foi solto em seguida porque não houve o flagrante, mas ele vai responder na Justiça por associação criminosa e estelionato. Ele poder até 13 anos de prisão.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários