Ratinho descarta dar "direito de resposta" à deputada do PT

O apresentador de televisão Carlos Roberto Massa, mais conhecido como "Ratinho", 65 anos, descartou dar direito de resposta para a deputada federal do PT, Natália Bonavides. A parlamentar solicitou à Procuradoira da Câmara que citasse o comunicador para dar a ela um momento em seu programa, mas o artista negou.

A polêmica iniciou quando Ratinho comentava sobre uma proposta de Natália no programa "Turma do Ratinho", da Rádio Massa FM, que é de propriedade dele. Durante a discussão em torno dos termos "marido e mulher" que a deputada propõe retirar das celebrações de casamento, Ratinho se exaltou e disse a frase: "eliminar esses loucos", sugerindo a utilização de uma metralhadora.

A petista não gostou e acionou a procuradoria da Casa para que o apresentador fosse obrigado a ceder a ela uns minutos do programa dele.

Os advogados de defesa do comunicador disseram que o apresentador, como um cidadão comum, usou um linguajar popular para criticar a deputada, "sem qualquer pretensão de destratá-la, ameaçá-la ou prejudicá-la".

Natália disse que vai recorrer ao Judiciário.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários