Rússia aceita extraditar economista que atacou Porta dos Fundos

A Justiça russa autorizou extraditar o empresário e economista brasileiro Eduardo Fauzi, que está no país desde 2019.

Fauzi jogou coquetéis molotov na fachada da produtora Porta dos Fundos, cujo um dos proprietários é o ator Fábio Porchat.

O ataque ocorreu em dezembro de 2019, após, mais uma vez, o grupo lançar outro "especial de Natal" criticando a imagem de Jesus.

Fauzi foi preso pela interpol em setembro de 2020 e, agora, será entregue a policiais brasileiros no Aeroporto de Moscou e seguirá para o Brasil; onde responde pelos crimes de terrorismo e incêndio.

Porchat, por sua vez, nunca se desculpou pelas ofensas à religião cristã. Recentemente, o esquerdista concedeu entrevista dizendo que "ninguém acredita nesse Jesus".

- A gente tem que lutar pelo estado laico. É por isso que eu acho importante que a gente faça piadas com religião. (..) Ridicularizar não só pode como deve. A gente não pode deixar nada ficar sagrado, porque o sagrado para você não é sagrado para mim - alegou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários