Neymar não perdoa Duncan e dá prosseguimento à ação judicial

O craque do Paris Saint-Germain (PSG), Neymar Jr., de 29 anos, decidiu continuar o processo contra a cantora Zelia Duncan, de 57 anos, mesmo após a artista ter pedido um acordo entre as partes e justificado que não pretendia ofender o atleta em sua honra.

Em 2021, o jogador de futebol estava sofrendo várias críticas nas redes sociais por se posicionar a favor do Governo de Jair Bolsonaro. Muitos artistas usavam perfis na internet para censurar o atleta em público, como a atriz Patrícia Pillar. A cantora Zélia Duncan aproveitou o momento e foi mais longe. Ela sugeriu, em postagem, que Neymar seria sonegador de impostos.

- Não sou de futebol, mas Neymar me parece até agora uma promessa como atleta e uma decepção como cidadão. Quer respeito? Dê-se a ele e mostre serviços. Ah, e pague seus impostos! - disparou Duncan.

Neymar se sentiu ofendido com a postagem e informou que iria processar a cantora por calúnia, difamação e crime contra a honra. Ela, rapidamente, apagou o post das mídias sociais. Mas, ele reclama que ela nunca lhe fez um pedido de desculpas públicas, nem disse estar arrependida. Por isso, ao ser solicitado o acordo entre as partes, o craque disse que preferia dar continuidade no caso pela Justiça.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários