Aziz diz que se vacinou contra a Covid, mas não mostra o comprovante sanitário

O senador Omar Aziz (PSD-AM), ex-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, rebateu, nesta segunda-feira (24), os comentários de que não teria se vacinado contra o coronavírus. Os rumores ficaram muito fortes depois que o congressista informou nas redes sociais, na sexta-feira (21), que havia contraído a doença novamente.

O jornalista investigativo Alexandre Fernandes apurou que o nome de Aziz e da mulher dele, Nejmi Jomaa Abdel Aziz, não constam em nenhuma lista de vacinação; tanto no Amazonas quanto no Distrito Federal, onde ele também vive.

Aziz, por sua vez, alegou que o repórter estava "fabricando Fake News" e que "os dados do Ministério da Saúde eram frágeis e inconfiáveis".

Fernandes respondeu, imediatamente, e disse que não se tratava de notícia falsa. Mas, sim, de uma "constatação" da realidade e desafiou o senador a comprovar que tinha sido vacinado.

O ex-presidente da CPI disse que poderia divulgar o cartão de vacinação dele, mas que não o faria. Ao invés disso, ele preferiu abrir processo contra o jornalista, acusando Alexandre Fernandes de difamação.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários