PDT vai ao TSE para impedir aplicativo da Família Bolsonaro

O Partido Democrático Trabalhista (PDT), cujo maior expoente é o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, ingressou com pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que a Justiça retire do ar

o aplicativo da Família Bolsonaro. A plataforma do presidente Jair Bolsonaro e dos filhos promete ser mais um meio de divulgação dos trabalhos parlamentares e foi divulgada, nesta segunda-feira

(24). Porém, a legenda alega que há suspeita de abuso econômico e os pedetistas querem saber quem financia o software.

Se o TSE não conseguir barrar a utilização do aplicativo, a plataforma Bolsonaro TV será muito utilizada na campanha eleitoral deste ano; uma vez que o Tribunal impôs uma série de regras para o uso da

internet com esse fim. As mensagens de WhatsApp, por exemplo, ficarão limitadas e temas como a fragilidade das urnas estará proibido. Só resta aos candidatos serem redirecionados a outros apps que

não estejam tão restringidos pela Justiça brasileira.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários