VÍDEO: "Único debate que Lula tem que ter é com a polícia", afirma Fiúza em cadeia nacional

O jornalista e escritor comentava no programa "Os Pingos nos Is", da Jovem Pan, sobre a possibilidade de ser reduzido o número de debates eleitorais deste ano em virtude de um pedido do Partido dos Trabalhadores ao qual Lula pertence.

Indignado com a solicitação, o cineasta falou:

- Deles (do PT), a gente espera sempre o pior, pelo já demonstrado. Mas, esses empertigados, esses cheirosos, ricos, que querem criar essa 'democracia de proveta' com esses personagens, estão sonhando com tudo artificial: pesquisa artificial, popularidade artificial... De um homem que não pode sair na rua porque roubou o povo e, talvez, uma votação artificial. E, agora, não tem debate. No caso do Lula, o único debate que ele tem que travar é com a Polícia. É um ladrão, um criminoso condenado e, depois descondenado pela máxima Corte, onde ele tem muitos amigos... Se o Brasil não cair no mundo da fantasia da delinquência, o único debate que o Lula tem que ter é com a polícia - disparou.

Por causa dos comentários críticos a políticos e autoridades brasileiras, Fiúza é constantemente censurado nas redes sociais. Há duas semanas, o perfil clandestino Sleeping Giants tentou "cancelar" o comunicador em todas as mídias; assim como tem feito com outros profissionais da imprensa independentes. Mas, internautas levantaram a hashtag "#SomosTodosFiúza" e impediram o "massacre digital".

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários