Bolsonaro não comparece em depoimento na PF

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vai apelar para o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF); a fim de não precisar depor, presencialmente, na Polícia Federal (PF), na tarde desta sexta-feira (28).

O ministro do Supremo, Alexandre de Moraes, havia convocado o presidente para depor no órgão - há alguns meses - sobre um inquérito que a própria Corte abriu para investigar como o presidente sabia que o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia sofrido ataque hacker, nas eleições de 2018.

A Advocacia-Geral da União (AGU) estranhou a determinação de Moraes, porque, até hoje, nenhum presidente ou ex-presidente do Brasil havia sido levado a depor, coercitivamente, pelo STF e argumentou que o depoimento presencial não faria diferença nenhuma no processo.

Por tudo isso, a AGU ingressou com recurso no plenário da Casa para que Bolsonaro não vá à PF hoje; já que investigados não precisam comparecer ao depoimento.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários