Marcelo Queiroga está na mira do STF e do PT

Em atendimento a um pedido do Partido dos Trabalhadores (PT), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, solicitou à Procuradoria-Geral da República (PGR), que abra investigação contra o Ministro da Saúde, o cardiologista Marcelo Queiroga, para apurar responsabilidade do médico no ataque hacker sofrido pelo sistema que abriga os dados da pasta.

O PT, sigla de Lula, principal adversário político do presidente Jair Bolsonaro, alega que, talvez, os dados tenham desaparecido do sistema informatizado do MS em virtude da negativa do chefe do Planalto em conter a variante Ômicron.

- O apagão nos sistemas informatizados do Ministério da Saúde podem ser ação política visando esconder a real situação sanitária existente no País - argumentou a legenda.

No pedido à PGR, Gilmar diz que "o restabelecimento (dos dados) deve ser tratado como prioridade. (Pois), há semanas os Estados e Municípios enfrentam dificuldades em informar os casos de contaminação e de internação."

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários