VÍDEO: Acusada de traição, Graciela deixa a presidência do PTB

Em política, vê-se um pouco de tudo: discussões, agressões, falsidade, mortes e, em muitos casos, articulação dos "mais chegados" para tomar o lugar daqueles que o ajudaram. O exemplo mais recente da ingratidão alheia foi desvendado a respeito de Graciela Nienov, que foi, até 24 horas atrás, a presidente do PTB. Áudios vazados, neste sábado (29), comprovam o que a filha de Roberto Jefferson, a deputada federal Cristiane Brasil, já vinha falando há tempos: "Traição! Traição!"

E, de fato, foi! Em grupo de WhatsApp restrito a alguns integrantes do partido que, por muitos anos foi a "segunda casa" de Roberto Jefferson, áudios atribuídos à Graciela dão conta de que ela, não só articulou, como também comemorou a prisão do ex-padrinho político:

- Ontem, mandou pro Alexandre e, aí, saiu a resposta agora. Janeiro, eu vou ter que ir lá almoçar com o Alexandre. Fiz esse compromisso. Paciência. Bora lá. Meu, bom mesmo é ver, ouvir e ler ‘parabéns, Gustavo’. Ahã... Nós é que sabemos, né, gente? Nós é que sabemos!! Meu Deus do céu!! Acabei de chegar em Chapecó. Beijos - diz, toda faceira, Graciela, referindo-se, muito provavelmente, ao ministro do STF, Alexandre de Moraes, que decretou a prisão de Jefferson em agosto de 2021.

Uma outra parlamentar chamada "Paula" avisa à moça que ela não tem muito o que festejar; uma vez que os magistrados do Supremo têm feito o que querem na Justiça brasileira, mandando, inclusive, prender políticos e autoridades à revelia do Ministério Público.

- 'Bora lá' por que, guria? A única coisa que eu quero é o STF de costas pra nós, fingindo que a gente não existe, entendeu? E nós tudo solto, leve e faceiro, porque não tem condições. Não dá pra brincar!! Quando o cara tem a caneta, vai te botar dentro de uma cela. Nem pensar!! - disse para a "amiga".

Graciela estava tão confiante que decidiu acreditar no inacreditável. Em seguida, ela falou:

- E vai ficar (tudo bem), Paula. Vai ficar… Vai ficar... Eles prometeram - rebateu, sem dizer quem tinha dado ao grupo "imunidade eterna".

Ainda no sábado de manhã, quando as notícias sobre a traição começavam a "pipocar" na internet, não ficou nada bem para Graciela. Ao ser descoberto o "motim", ela teve que deixar a presidência da legenda. Fez bem, pois o pior ainda está por vir. É o fim da farra!

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários