"Lula de 2022 é bem pior que o de 2002", alerta Ciro Nogueira, ex-aliado do petista

O Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), em entrevista à CNN, neste sábado (29), deu um alerta ao povo brasileiro sobre as intenções do ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva (PT); caso ele consiga ganhar a disputa eleitoral deste ano.

O ministro refletiu sobre as propostas de governo do petista em 2002, quando foi eleito pela primeira vez e o slogan era acabar com a fome e a miséria no país. Atualmente, pré-candidato pelo mesmo partido, Lula tem dados "dicas" de como será o governo da legenda esquerdista, se ele vencer as eleições presidenciais: a internet e os meios de comunciação serão regulados, a polícia, Polícia Federal e o Ministério Público, que são órgãos de investigação, estarão sob o seu comando e aos militares, ele já disse que "cumprirão apenas o seu papel, que é garantir a soberania nacional contra possíveis inimigos internos".

- Eu não tenho conversa com os militares. Não há por que conversar com os militares. Não há por que conversar com o Ministério Público. Não há por que conversar com a Polícia Federal. Eles são instituições do Estado. Eles têm funções a cumprir e têm que respeitar o regulamento e a Constituição. É isso!! Quando eu ganhar, eu vou conversar, porque aí eu vou ser chefe deles e vou dizer o que eu penso e qual é o papel deles - ameaçou Lula.

Ciro Nogueira comentou as declarações do condenado da "Lava Jato" e disse que quem aceita votar em Lula "perdeu a noção do perigo".

- As pessoas perderam um pouquinho da noção do perigo que é a volta dessas pessoas, do que eles fizeram no passado, que nós tivemos muita determinação do presidente de mudar a forma de fazer política - afirmou.
- Lula de 2022 é bem pior que o de 2002 - resumiu.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários