Ciro e Cabo Daciolo vão a culto evangélico em Fortaleza

O ex-governador do Ceará e atual pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), quem diria, foi a um culto evangélico acompanhado da esposa Giselle Bezerra e do Cabo Daciolo (PDT), em Fortaleza, no Ceará, neste domingo (30).

Esquecendo as diversas críticas que já fez às lideranças religiosas do mundo gospel, comparando, inclusive, templos evangélicos a traficantes, Ciro dirigiu-se à Igreja do Senhor Jesus, sob comando do pastor e deputado estadual Apóstolo Luiz Henrique (PP) e encenou um papel para conquistar esse eleitorado.

Mesmo sendo político experiente, Ciro estava nitidamente desconfortável na função que desempenhava. Muito embora, a participação dele e da esposa, tá certo, tenha sido discreta.

O casal chegou à igreja e procurou não fazer alarde, mas fez questão de sentar na primeira fileira e participou de todos os momentos de louvor, oração e consagração. Porém, o colega Daciolo estava mais "emocionado" e, para fazer o grupo ser notado, interviu várias vezes na pregação do Apóstolo Luiz Henrique; o que, de forma nenhuma, é comum num sermão evangélico e o cabo sabe disso.

Ao final da cerimônia, ninguém é de ferro, né? E pra compensar todo o esforço pela participação, Ciro, Giselle e Daciolo fizeram questão de serem fotografados olhando "atentamente" para o capítulo da Bíblia que seria explanado na liturgia. Nesse dia, coincidentemente, o pastor falou sobre as provações, rebeldia e "traição" do apóstolo Pedro próximo à crucificação de Cristo.

Como escreveu Fernando Pessoa: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena". Mas, em ano eleitoral, querido poeta, vale muito mais!

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários