Jovem, que teve a barriga aberta em praia, isenta namorada

O universitário Gabriel Muniz, de apenas 20 anos, já estava com passagem comprada para os Estados Unidos, para onde deveria ter embarcado no dia 17 de janeiro.

Ele passaria 6 meses estudando para lá. Mas, ao resolver se despedir da namorada com um lual a dois na praia do Ermitão, no Espírito Santo, ele teve o intestino dilacerado por um grupo de pessoas que não sabe dizer quem foi.

Gabriel conta que bebeu com a namorada, mas que, em certo momento, ele perdeu a memória. Só se lembra de trechos daquela fatídica noite como ser segurado e sentir o gargalo de garrafa abrir sua barriga. As vísceras ficaram apra o lado de fora e a namorada conseguiu encontrar o próprio celualr jogado na areia e chamou o resgate e o pai.

Ela também não se lembra de nada e nenhum dos dois confirmou se tinha feito uso de drogas ilícitas.

Mesmo ainda em observação, o estudante isentou a namorada de qualquer culpa e desmentiu que ela seja aluna de Medicina e tenha feito cortes cirúgicos.

- Não foram de jeito nenhum cortes precisos. Foram na altura do umbigo, mas foi com cacos de vidro de uma garrafa - explicou.
- Vi o que estavam divulgando. Tinha várias histórias. Fiquei muito abalado - lamentou.

O rapaz perdeu parte do intestino, mas já está conseguindo caminhar. Ele deverá deixar o hospital em um mês.

A polícia segue investigando o caso.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários