Participando do primeiro plenário, Mendonça vota a favor das operações policiais no Rio

O recém-empossado ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça, votou a favor da continuidade das operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro.

Esta foi a primeira votação de Mendonça no plenário e o magistrado indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) não se eximiu de dar a sua opinião contrária aos votos de Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

O ex- Advogado-Geral da União (AGU) e ex-Ministro da Justiça e da Segurança Pública declarou:

- Se a atuação do Estado atualmente é deficiente nessas localidades, não é impedindo ou restringindo o agir dessas forças de segurança que se solucionará o problema, pelo contrário - argumentou.
- Onde não há Estado, há crime organizado - completou.

Ao ser confrontado pelo ministro Gilmar Mendes, indicado ao cargo pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Mendonça não recuou da posição e disse que impedir a ação do "mau policial" tornaria "excessivamente limitadora a atuação do bom policial."

- O policial, quando sai para fazer uma operação, ele está colocando, antes de tudo, a sua vida em risco - lembrou aos colegas da Corte.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários