Moraes manda Nienov explicar à PF suposto almoço com ele

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou que Graciela Nienov, ex-presidente do PTB, explique à Polícia Federal os áudios para um grupo secreto de WhatsApp que ela mantinha com outros parlamentares e no qual comentou ter um almoço agendado com o magistrado.

- Determino à Polícia Federal que proceda oitiva para que esclareça informações de petição e a notícia de que em áudios vazados de um grupo de mensagens com alguns dirigentes do partido teria insinuado que teve, em janeiro deste ano, um almoço com o ministro do STF Alexandre de Moraes - escreve em trecho da decisão.

Em nota, Graciela disse que o comentário foi feito em um grupo informal e desculpou-se com Moraes.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários