Justiça proíbe Governo Federal de promover autoridades em redes sociais oficiais

A Justiça Federal de Brasília atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) e determinou que as redes sociais oficiais da União não façam supostas propagandas de obras do Executivo Nacional com fotos de autoridades integrantes do governo.

A açção foi aberta em março de 2021 e o MP alegava que os canais oficiais do governo faziam muitas menções à imagem do presidente Jair Bolsonaro. O órgão argumentou que havia "risco de os seguidores da internet não receberem informações transparentes ou isentas" e pediu à Justiça em Brasília que proibisse as imagens.

A decisão abrange as contas do Palácio do Planalto, da Secretaria de Comunicação (Secom), dos ministérios e outras pertencentes ao Governo Federal; ficando todas elas proibidas fazer postagens com nomes, símbolos ou imagens de autoridades e servidores públicos. Porém, ainda cabe recurso.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários