Prêmio Nobel da Medicina por descoberta do vírus HIV, Luc Montagnier morre na França

O virologista de 89 anos estava hospitalizado em Neuilly-sur-Seine, cidadezinha próxima a Paris, e faleceu na quinta-feira (10).

Montagnier ganhou notoriedade mundial ao descobrir - em conjunto com os pesquisadores Françoise Barré-Sinoussi e Jean-Claude Chermann - o vírus HIV, em 1983.

Embora cientista brilhante, Montagnier vivia recluso há muitos anos porque a comunidade científica e muitos dos seus colegas não concordavam com as opiniões que o estudioso dava sobre vacinas e outros assuntos.

O isolamento e o cancelamento de Montagnier ficaram mais evidentes, quando o médico se disse contrário às vacinas contra a Covid-19.

- Experiências sem precedentes - afirmou o virologista.

Ao saber da morte do amigo, o ex-deputado conservador, Florian Philippot, desabafou:

- Eles o arrastaram para a lama, embora ele tivesse razão sobre a Covid - escreveu o ex-parlamentar no Twitter.

A família não informou a causa da morte.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários