Joaquim Barbosa diz temer atentado contra Lula e Moro

O sumido ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barabosa, tem falado mais com a imprensa e amigos após anos longe dos holofotes. Mais precisamente, desde que ele se aposentou da magistratura em 2014, dez anos antes do prazo-limite a que tinha direito.

O indicado de Lula ao STF disse, nesta semana, que teme um atentado contra o petista e o ex-juiz federal Sérgio Moro por parte de "bolsonaristas sanguinários" durante a campanha eleitoral deste ano.

O ex-ministro do Supremo ainda qualificou a chapa Lula-Alckmin como "jogada de mestre" do petista porque, de acordo com ele, nomes importantes do agronegócio apoiarão os dois em virtude do tucano ser tido como um nome mais moderado.

Joaquim Barbosa nunca fez declaração pública sobre a facada que o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) levou durante a corrida eleitoral de 2018.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários