O que fazer ao lesionar o ligamento cruzado anterior

O ligamento cruzado anterior, localizado no joelho, é a estrutura responsável pela estabilidade dessa articulação, sua lesão não é incomum e sua ocorrência acontece entre os indivíduos mais jovens, ativos fisicamente e que exercem atividade esportiva (futebol, por exemplo).

Em geral, a lesão ocorre por movimento rotacional do joelho, rompendo assim o ligamento e gerando uma espécie de “estalido” no momento do trauma. A partir daí seguem uma série de sintomas: inchaço, dor, instabilidade articular e limitação para atividades diárias e trabalho.

Existem basicamente duas formas de tratamento: convencional e cirúrgico. O tratamento convencional é realizado por meio de fisioterapia para reforço neuromuscular, dura aproximadamente 3 meses, e o objetivo é aliviar a dor e promover reforço dos músculos, a fim de tentar evitar a cirurgia. No entanto, para aqueles que desejam retornar às práticas esportivas essa tentativa não é aconselhada.

O tratamento com fisioterapia ocorre em 4 fases: pré-operatória, pós-operatória, intermediária e tardia. Realizando todas as fases de forma adequada, por meio de exercícios de cargas progressivas, associados a movimentos de agilidade, o indivíduo pode retornar ao esporte após 8 a 9 meses, embora exista uma vertente científica que acredite num retorno com 6 meses, para os atletas de alto rendimento.

O ideal é não demorar a procurar um ortopedista e após a cirurgia, não protelar o acompanhamento fisioterapêutico, pois é o fisioterapeuta habilitado quem fará uma parte crucial do seu tratamento: ensinar o enxerto do novo ligamento como ele deve agir daqui pra frente!

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários