Moraes cancela prisão domiciliar de Zé Trovão, mas mantém tornozeleira eletrônica

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que havia decretado a prisão do caminhoneiro Zé Trovão,

revogou a prisão domiciliar a que o motorista era mentido.

Zé Trovão, assim como outros coordenadores dos atos de 7 de Setembro, teve a prisão decretada no segundo semestre do ano passado, antes do feriado de 7 de setembro; quando houve uma mega manifestação em defesa do presidente Jair Bolsonaro (PL) e da manutenção da democracia no Brasil.

Ao saber da sua prisão, Zé Trovão fugiu do Brasil mas, no final de outubro, ele resolveu se entregar na sede da Polícia Federal, em Santa Catarina.

Além dele, Wellington Macedo, Márcio Giovani Niquelate e Cássio Rodrigues Costa Souza, também poderão voltar às atividades normais fora das fronteiras de suas residências.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários