Faltando uma semana para assumir TSE, Fachin diz que a Corte "pode estar sob ataque hacker"

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, que assumirá em breve a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse que a Corte "já pode estar sob ataque hacker".

- A preocupação com o ciberespaço se avolumou imensamente nos últimos meses e eu posso dizer a vocês que a Justiça Eleitoral já pode estar sob ataque de hackers, não apenas de atividades de criminosos, mas também de países, tal como a Rússia, que não têm legislação adequada de controle - alegou.

A declaração do magistrado coincide com a opinião do colega Luis Roberto Barroso, que impôs regras para o uso das redes sociais, internet e aplicativos de mensagens durante a campanha eleitoral deste ano e também determinou limites para conversas sobre temas que o TSE considera Fake News, como mencionar a falta de segurança das urnas eletrônicas.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários